Salvador, 24/03/2019 - Cotação do dólar aéreo em //: R$   



















 

· Bagagem

Recomendamos que as bagagens sejam identificadas, tanto na parte interna quanto externa, com nome, endereço, telefone, inclusive um outro endereço e telefone para contato no destino. Para facilitar a visualização de sua bagagem na esteira do aeroporto, coloque sinais externos para facilitar o seu reconhecimento. Retire imediatamente sua bagagem da esteira, após o desembarque. Na mala de mão, leve sempre uma troca de roupa e um casaco. Confira a voltagem do país e leve adaptadores de aparelhos elétricos. Com destino aos EUA e África do Sul, o passageiro tem direito de levar dois volumes de até 32 kg cada, com no máximo 158 cm como soma de altura, largura e comprimento em todas as classes. Para os demais destinos pode-se levar um volume com 20 kg na classe econômica e 30 kg na primeira classe ou classe executiva. Em vôos regionais o limite é de 10 kg em aviões com até 20 assentos. Crianças de até 2 anos não têm direito a bagagem em qualquer vôo.

Excesso de bagagem:
Em vôos internacionais, a taxa cobrada é de 1% por quilo do valor do bilhete aéreo não promocional. Em vôos regionais a taxa é de 1% ou 2% da tarifa básica regional por quilo. No ato do despacho, a empresa aérea deve entregar ao passageiro o comprovante correspondente à bagagem embarcada, com indicação dos pontos de partida e destino e número da etiqueta de bagagem, quantidade, peso e valor declarado dos volumes. O comprovante serve como prova de contrato do transporte da bagagem.

Itens transportados gratuitamente:
Bolsa de mão, maleta ou equipamento que possam ser acomodados sob o assento do passageiro ou em compartimento próprio da aeronave, com peso máximo de 5 quilos e dimensão total não excedendo a 115 centímetros. Porém a norma não se aplica a crianças (que pagam 10% da tarifa).

Bagagem danificada, extraviada ou violada:
Em caso de danos ou sinais de violação a bagagem deve ser retirada da esteira do aeroporto pelo passageiro, que precisa comunicar o problema imediatamente à companhia aérea. Será preenchido um relatório contendo os detalhes sobre os danos causados. A empresa aérea será responsabilizada e deverá pagar indenização ou reparo da bagagem. Em caso de extravio, o passageiro deverá comunicar o problema antes de deixar a área de entrega das bagagens. Será preenchido um relatório em três vias com descrição do volume e conteúdo. A empresa tratará de localizar a bagagem e se não obtiver êxito, será obrigada a indenizar o passageiro.

Cargas especiais:
Muitas empresas aéreas aceitam transportar cargas especiais, tais como objetos de valor, restos mortais, materiais úmidos e líquidos em geral.

Artigos perigosos:
Os artigos considerados perigosos para os passageiros e aeronave dependem de consulta antecipada a empresa. São eles: Agentes etiológicos, artigos venenosos, combustível líquido, explosivos, gases comprimidos, líquido pirofórico, materiais corrosivos, materiais magnéticos, oxidantes, polimerizáveis e radioativos.

 

Alfândega

Antes de ir para o exterior, o passageiro deve prestar atenção em algumas leis de alfândega para evitar problemas em seu retorno...